Caminhão-museu Sentimentos da Terra

Dando continuidade ao nosso post de apresentação ao Projeto República, vamos agora falar um pouco de uma de suas mais inovadoras e bem-sucedidas atividades, o Caminhão-museu Sentimentos da Terra.

Na estrada desde 2013, trata-se de um Museu itinerante, que circula por todo o Brasil sob o formato de um caminhão equipado com tecnologia de ponta. Ao chegar em uma cidade ou vilarejo, o caminhão desdobra-se, durante alguns dias, em um centro de difusão de conhecimento e de lazer. Apresenta, então, a exposição Sentimentos da Terra, que conta a história das lutas de homens e mulheres pela terra e da construção dos direitos do campo no Brasil, ressaltando a importância de seus personagens (muitas vezes esquecidos), legados e valorizando a diversidade das expressões culturais no meio rural.

Longe de uma exposição convencional, o Projeto República aposta novamente aqui em aliar o rigor do conhecimento acadêmico de excelência com uma série de recursos lúdicos, teatrais e sensoriais, propondo aos participantes (e não meramente espectadores) uma imersão interativa nos temas e nos ambientes montados. Funcionando da manhã à noite, a estrutura armada — que faz lembrar as tradições do circo mambembe — conta ainda com ambientes de tecnologia, contadores de histórias, salas de vídeos e biblioteca. Seu conteúdo é resultado do trabalho de pesquisadores da UFMG, com curadoria da professora Heloisa Starling.

Concebido como uma parceria entre o Projeto República/UFMG, o designer Gringo Cardia, o Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (NEAD) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Caminhão-museu Sentimentos da Terra já visitou mais de 16 cidades do Brasil, de Diamantina a Marabá, passando por Jequitibá, Caxambu, São Paulo, Goiânia, Brasília, Salvador, Mossoró, dentre outras, e já foi visitado por cerca de 48 mil pessoas.

O Projeto já é reconhecido internacionalmente, tendo conquistado há poucas semanas o 3º lugar na oitava edição do Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus. A importante premiação, concedida pelo Programa Ibermuseus, procura fortalecer as políticas públicas, os mecanismos de intercâmbio e a ampliação da capacidade educativa dos museus na região Ibero-americana. O Programa Ibermuseus, fundado em 2009, é dirigido por um comitê intergovernamental representado por 12 países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai. Desde 2016 a presidência do Programa situa-se no México.

Abaixo, separamos um teaser do Caminhão-museu Sentimentos da Terra e dois vídeos sobre a “Legislação Agrária no Brasil” e “O sonho republicano e a luta pela terra no Brasil” produzidos pelo projeto República.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: